(32) 3239-1811
seg à sex: 07:30 às 17:30 horas
(32) 99987-5440
Cotação via WhatsApp

Notícias

24 mai 2019
liderança

As muitas faces da liderança

Tenho uma grande paixão por liderança e gosto muito de aproveitar as viagens que faço para a Europa para refletir sobre este tema complexo que afeta nossas vidas pessoais e profissionais.

Em minha ultima viagem a Europa, pela Hungria, Áustria e Suíça, me deslocava de trem de Viena, onde passamos três dias até Salzburgo, dentro da Áustria. Durante essa viagem, passei 5 horas refletindo sobre este tema multifacetado que é a liderança.

A Áustria é um país que gerou grandes lideres mundiais em diversos segmentos profissionais. Dentre eles, podemos citar Freud, Goethe, Adler, Mozart, Viktor Frankl e dezenas de outros nomes da arte e da ciência.

Durante os três dias que passamos em Salzburgo, visitamos vários lugares históricos. Dentre eles a casa onde Mozart nasceu e o Palácio Mirabell, onde foi gravado o filme “Noviça Rebelde”, que foi palco de cenas da Segunda grande guerra mundial.

Salzburgo esta a 50 km de Braunau, cidade onde nasceu Adolf Hitler, e aqui a historia da segunda grande guerra é muito presente e pode ser sentida no ar.

Na Áustria, de forma muito latente, o paradoxo da liderança se faz ainda mais presente e nos provoca a uma reflexão mais silenciosa, para entendermos como a mesma Áustria que gerou estes grandes lideres citados, que foram vanguarda no crescimento da sociedade, gerou também Adolf Hitler, um ser humano que conseguiu controlar o inconsciente coletivo da sociedade, e fez uso da liderança de forma malévola, deletéria e discricionária, e por pouco não destruiu o mundo ocidental.

As vezes me pergunto por que alguns seres humanos usam suas habilidades para o bem, promovendo vida em abundância, criando, salvando, educando, enquanto outros de maneira oposta utilizam suas habilidades na liderança, para destruir, separar e controlar.

Adolf Hitler nasceu na Áustria, tentou carreira artística como pintor, mas foi recusado pela Academia de Belas Artes de Viena, e também tentou se alistar no exercito Austríaco, que também o recusou, e em seguida se alistou como voluntário no exercito alemão.

Penso que a responsabilidade de todas as pessoas que exercem a liderança, de toda ordem, seja na família, nas empresas, nos partidos políticos, na escola, na igreja e na sociedade como um todo, é imensa, pois se aqueles que durante a infância, adolescência e fase adulta tivessem identificado as habilidades e as dificuldades de Hitler, poderiam tê-lo direcionado a canalizar suas energias a serviço do bem da humanidade.

Concluindo minha reflexão, acredito que o papel do líder é extrair de cada pessoa o melhor que cada um tem, assim como fez Jesus Cristo, o maior líder que já existiu. Ele conseguiu liderar um grupo de pessoas medíocres, ou seja, na media ou abaixo dela, influenciando o crescimento individual de cada um deles e da sociedade como um todo, conseguindo dividir a historia em duas partes: antes e depois de seu nascimento.

Que nossas próximas gerações, com os experimentos negativos e positivos dos séculos passados possam usar a habilidade da liderança para promoverem vida em abundância e deixando que brilhe a luz de cada ser humano, como ensinou e praticou nosso maior líder Jesus Cristo.


Para saber mais sobre meu trabalho, acesse meu site ou fique por aqui e assista alguns vídeos sobre o assunto!

Agostinho Miranda Junior

Corretor de Seguros, Consultor financeiro e Advogado

OAB MG 65 504

SUSEP 10 0079723


Ligamos pra você

preencha os campos abaixo e receba uma ligação de um consultor especializado.

Depoimentos

veja o que os nossos clientes falam

Seguradoras

parceria com as principais seguradoras do mercado

Atendimento

Rua José Lourenço Kelmer, nº 1300 Loja 06 e 104 | Centro Comercial São Pedro, Juiz de Fora- MG | CEP:36036-330 (Em frente a UFJF)


agostinho@protegemg.com.br


(32) 3239-1811



Newsletter

Receba as dicas da Protege Seguros